Justiça disfarçada

31 01 2012

Não entendo qual é o conceito de uma pena suspensa. Não será o mesmo que ser absolvido?

Ultimamente só vejo nos jornais: “… condenado a xyz anos de prisão de PENA SUSPENSA…”. Será justo para quem foi prejudicado? Já que não nenhum tipo de punição contra os infractores da Lei, poderiam adoptar o trabalho comunitário como alternativa. E nestes tempos, bem que é necessário… Sempre ajudariam a nossa sociedade.





E está a chegar ao fim… 2011

16 12 2011

Ano de 2011 visto pelo Google.





Expressões traduzidas à letra “Expressions translated to letter”

4 10 2011

If you don’t doors well you are here you are eating.
Se não te portas bem tás aqui tás a comer!

Put yourself in the eye of the street.
Põe-te no olho da rua!

I’ll make you into an eight.
Faço-te num oito!

Put yourself at stick.
Põe-te a pau!

Is facestick! (english smilley)
É carapau! (smilley português)

– Knock Knock. May I?
– Between, between
– Truz Truz. Posso?
– Entre, entre

Go to shit!
Vai à *não é preciso tradução*.

Go take in the … (English censorship)
Vai levar no … (censura Portuguesa)

I’m catching drought.
Estou a apanhar seca.

Who fish seeks fis’finds.
Quem peixe procura peix’acha.

Unstop me the store.
Desampara-me a loja.

Give wind to the shoes and split-yourself!
Da corda aos sapatos e pira-te!

Put yourself at miles.
Põe-te a milhas.

Ease the guts.
Aliviar a tripa.

Change the water to the olives.
Mudar a agua as azeitonas!

Put yourself in the little female garlick.
Põe-te na alheta.

Walking at the spiders.
Andar às aranhas.

That stays in Juda’s ass.
Isso fica no cu de Judas.

Watch passing ships.
Ver passar navios.

Walking catching caps.
Andar a apanhar bones.

Give in the views.
Dar nas vistas.

Son of the mother.
Filho da mãe.

Day of they are never in the afternoon.
Dia de são nunca à tarde.

Horse feet of cork.
Cascos de rolha.

You’ll catch in the nose.
Vais apanhar no nariz.

Lower the stone.
Arrear o calhau.

Yo shovel!
O pá!

Bad bad Mary!
Mau mau Maria!

As good as corn.
Boa como o milho.

Go comb monkeys.
Vai pentear macacos.

You are not a man, you are not nothing.
Não és homem, não és nada.

I’d jump into her spine.
Saltava-lhe a espinha.

Even the tomatoes fell to the ground.
Até os tomates cairam ao chao.

You are arming at facestick of race.
Estás armado em carapau de corrida.

What you have?
Que tens?

Kabong Music
(If they want a hug or a kiss, we kabong, we kabong!)
Musica Pimba
(Se elas querem um abraço ou um beijinho, nos pimba, nos pimba!)

Face of ass!
Cara de cu!

Take monkeys of the nose.
Tirar macacos do nariz.

Go give bath to the dog!
Vai dar banho ao cao!

I am done to the steak!
Estou feito ao bife!

I am sand-papered!
Estou lixado!

There is bad luck?
Há azar?

Mary crazy.
Maria maluca.

Smart as a garlick.
Esperto como um alho.

Throw a mouth.
Mandar uma boca.

Grow water in the mouth.
Crescer água na boca.

Dedicate yourself to fishing.
Dedica-te à pesca.

To be in the jam.
Estar na marmelada.

Put yourself walking!
Põe-te a andar!

Eyes of lamb bad dead!
Olhos de carneiro mal morto!





Don’t stop HIM now

5 09 2011

Neste dia tão importante que é para a música mundial, as nossas pesquisas no google tornam-se mais alegres, com um criativo video ao som de “Don’t stop me now”. Apesar de o termos perdido tão cedo, ainda ninguém se esqueceu de Freddie Mercury, porque a sua voz o imortalizou! Portanto, hoje celebra-se o 65º aniversário do seu nascimento, e deu alegria ao Mundo por ter existido. 🙂

“Don’t stop me now”: Ele pediu e até hoje ninguém o parou!

Freddie Mercury para sempre!

 





As micro-férias

26 04 2011

Estou na recta final das “micro-férias”. Foi bom só para fazer uma pausa naquelas aulas estafantes e nas viagens longas de ida e de volta diárias. Mas soube muito pouco e ainda soube a menos, porque estas férias de tamanho tão reduzido foram passadas a fazer trabalhos.

Teve uma certa piada termos tido dias de Verão tão quentes em pleno Abril, e precisamente no primeiro dia da semana (mesmo mesmo no início), quando a maioria das pessoas tinham férias, começar a chover. E agora, quando toda a gente volta aos seus trabalhos, volta o Sol. Não é encantador?

Mas férias não é sinónimo de Sol, calor e praia. Deve ser um tempo para aproveitar para descansar e passar um tempinho em família. E por isso, irrita-me especialmente aquelas pessoas que dizem “estas férias não valeram a pena, não serviram para nada”. Quer estar tudo de presunto para o ar a dourar o seu belo pernil.

Como as minhas férias só começaram quinta (apesar de ter ido trabalhar nesse dia para o Técnico, e os restantes a trabalhar em casa), as minhas aulas só começam quinta.

Portanto, desejo a uns continuação de boas férias e a outros um bom recomeço dos trabalhos.





Brevemente no monitor perto de si…

17 04 2011

Em contagem decrescente para as “micro-férias”, posso dizer que brevemente e que finalmente vou dar uso a esta máquina do tempo que já deve estar cheia de ferrugem.

Até breve!





História do Natal Digital

18 12 2010

Uma pessoa mostrou-me o seguinte filme e achei muita piada.

Aqui vai o Natal dos Novos Tempos…